Contacte-nos +(351) 259 301 020
Horário Seg - Sex 9:00 - 18:00 / Sáb 9:00 - 12:30

Quais os cuidados a ter na mudança dos pneus?

Quais os cuidados a ter na mudança dos pneus?

Muitas vezes submetidos a um elevado desgaste, os pneus da sua viatura tendem, com alguma naturalidade, a perder aderência e danos causados pela irregularidade do piso (lombas, buracos, etc).

É por isso necessário, antes de falarmos propriamente do ato da mudança de pneus, efetuar de forma continuada uma avaliação aos pneus, desde a sua pressão de ar ao formato do mesmo, para salvaguardar a segurança na condução. Um pneu com pouca aderência dificulta, de forma considerável, o ato de condução e aumenta a imprevisibilidade no controlo da viatura.

 

Com isto, há considerar alguns fatores:

1 – Os pneus têm, no máximo, uma durabilidade útil de 10 anos

Se os pneus não forem substituídos após 10 anos da sua data de fabrico, por precaução, recomendamos a uma substituição, mesmo que pareçam estar em bom estado e não tenham sido gastos até ao indicador de desgaste do piso.

2 – Uma condução mais agressiva e em pisos irregulares contribui largamente para um desgaste acelerado.

3 – Verifique sempre a pressão do ar

É algo rápido e pode evitar muitos problemas. Aconselhamo-lo a fazê- lo pelo menos uma vez por mês. Para mais informações, pode contar com o nosso apoio e assistência.

No que concerne à mudança propriamente dita, considere o seguinte:

• Em caso de furo enquanto conduz, faça por estacionar o carro lentamente o mais afastado possível da faixa de rodagem. Puxe o travão de mão e certifique-se que imobilizou a viatura.

• Não se esqueça do colete refletor e do triângulo de sinalização, que deve a mais de 30 metros da viatura ou antes de uma curva.

 

Passos a realizar:

1º – Faça-se acompanhar por uma chave de porcas ou de cruz, macaco, pneus sobressalentes e luvas. Estes objetos localizam-se, normalmente, na mala do carro. Antes de iniciar qualquer tarefa, coloque as luvas para proteger as suas mãos e evitar a exposição a poeiras, óleos, etc.

2º – Retire o tampão (se as jantes não forem de liga leve) e desenrosque ligeiramente as porcas com a chave de porcas ou de cruz. Lembre-se de usar o peso do seu corpo e não apenas os braços.

3º – Coloque o macaco de modo horizontal na zona assinalada do veículo e eleve o carro devagar. Não eleve demasiado, faça-o apenas até a roda deixar de tocar no chão e o suficiente para trocar o pneu. Retire as porcas e guarde-as para não se perderem.

4º – Use as duas mãos para retirar o pneu danificado. De seguida, verifique o ar da roda do pneu sobresselente e encaixe-o nos parafusos.

5º – Coloque a primeira porca e a segunda na diagonal desta. Siga este raciocínio com as restantes porcas. Aperte-as ligeiramente e certifique- se de que não existem folgas, balanceando, ligeiramente a roda do veículo. Esta fase é determinante para garantir a estabilidade e prensa do pneu.

6º – Utilize o macaco para fazer descer a viatura. Seja prudente e execute de forma calma e ponderada.

7º – Termine de apertar muito bem as porcas com chave de porcas ou de cruz, usando a força do seu pé.

 – Repita o processo com os restantes e verifique se o nivelamento está bem efetuado.

 

Qualquer questão ou informação adicional, contacte-nos: Tel: 259 301 020

 

 

Fonts:

https://www.michelin.pt/auto/sugestoes-e-conselhos/conselhos- auto/quando-devo-substituir-os-pneus-do-meu-automovel

https://www.filintomota.pt/como-mudar-pneu-em-10-passos

#mudançadepneus #tomeifel #cuidados #segurançarodoviária #checkup #oficinatomeifel

 

< Voltar ao Blog